Zum Zum Zum

Blog da Agência Zum
  • scissors
    novembro 8th, 2013Mário TrecentiCampanha, Cases, Guerrilha, Ideias e Criatividade, Inovação

    O desafio era divulgar, de maneira inusitada, o laboratório de análises clínicas Pamelab e a sua certificação ISO 9001.

    Para a ação, criamos um flyer com a foto de um braço em posição para se tirar sangue. Esses impressos foram envoltos em jornais (em rolo) e presos com um pedaço de tripa de mico, dando a aparência real de que um braço estava sendo preparado para a retirada de sangue para exames laboratoriais.

    Fizemos uma parceria com um dos principais jornais da cidade a ação foi entregue a seus assinantes.

    O resultado superou expectativas, gerando buzz na cidade de Lençóis Paulista, atingindo o grande público.

    Além de aumentar a frequência de clientes para o laboratório Pamelab gerou uma boa discussão sobre a necessidade de estar saudável, mudança de estilo de vida atenção com a saúde.

    Vários meios locais aproveitaram o tema e fizeram matérias e suplementos relacionados ao assunto.

     

    Tags: , , , , ,
  • scissors
    novembro 23rd, 2012André SilvaCases, Criação, Guerrilha, Ideias e Criatividade

    A Agência Zum recebeu mais um prêmio pelo Mídia Festival da APP Campinas, com ação para Churrascaria Sal e Grill – Prova final.

    É mais um galo para coleção.

  • scissors
    novembro 23rd, 2012André SilvaCampanha, Guerrilha, Ideias e Criatividade, Inovação

    Desenvolvemos uma ação para divulgar a churrascaria entre os estudantes e fazer com que eles convencessem seus pais a levá-los para a Sal e Grill mais vezes durante o período de férias.

    Em frente aos colégios particulares da cidade, foram distribuídas aos jovens estudantes provas falsas com um texto de humor que induzia os leitores a frequentarem a churrascaria. Um imã também foi entregue para os alunos, que eram instruídos pelos promotores a colarem junto às provas nos refrigeradores de suas casas.

    Levados pela curiosidade, os pais inevitavelmente liam o conteúdo inusitado em suas geladeiras.

    Esta ação criou uma imagem divertida da churrascaria entre pais e estudantes e fortaleceu muito a marca da Sal e Grill.

  • scissors
    julho 11th, 2012André SilvaArte, Inovação

    Para quem gosta de cenas captadas de ângulos diferentes e inusitados, veja este espetáculo.

  • scissors
    junho 18th, 2012vanessaClientes

    Todos os anos o jornal Gazeta de Piracicaba em parceria com o Instituto CW7 realiza uma pesquisa para saber quais são as Marcas de Sucesso, ou seja, aquelas que estão na cabeça dos consumidores piracicabanos.

    Pelo 4º ano consecutivo, o Delta Supermercados foi o supermercado mais lembrado pelos moradores de Piracicaba e levou 17,8% dos votos.

    ” Ser lembrado mais uma vez pelos piracicabanos é uma grata surpresa, pois demonstra que o nosso trabalho está sendo bem feito, o que nos motiva, cada dia mais, a continuar evoluindo e disponibilizando os melhores produtos, preços e atendimento aos nossos clientes” afirma o proprietário Alexandre Ferrato.

    Atualmente o Delta conta com cerca de 750 colaboradores e possui, além do Centro de Distribuição, três lojas em Piracicaba ( Cecap, Vila Monteiro e Vila Rezende), uma em charqueada e outra na cidade de Araras. E mais duas estão em planejamento, sendo uma na cidade de Porto Feliz e outra em Piracicaba localizada na Av. Luciano Guidotti.

    Tags: , ,
  • scissors
    maio 24th, 2012vanessaCampanha, Clientes

    Tags:
  • scissors
    maio 22nd, 2012André SilvaCampanha

    Campanha de Dia das Mães para a Sal e Grill Churrascaria

  • scissors
    maio 22nd, 2012vanessaIdeias e Criatividade, Notícias

    Máquina de radiografia

    Doug Dietz trabalhava desenhando equipamentos médicos para a GE e passou grande parte da vida criando máquinas de tirar radiografia.

    Em determinado momento na vida ele passou por um choque de realidade.

    Doug estava em um hospital, observando uma de suas máquinas de radiografia sendo usadas, quando viu uma garota aterrorizada pela máquina que ele tinha criado. A garota chorava e se recusava a entrar na máquina para fazer o exame. Os pais da garota olhavam um para o outro, desesperançados.

    Investigando um pouco mais com os funcionários do hospital, Doug descobriu que 80% das crianças precisavam ser sedadas para entrar na máquina.

    A descoberta foi triste para ele.

    Antes desse dia, ele tinha orgulho da máquina que havia criado; afinal, ele estava salvando vidas com aquela máquina. Mas quando ele viu o medo que ela causava nas crianças, decidiu que algo deveria ser feito a respeito.

    Depois de um tempo imerso em escritórios de Design e aprendendo um pouco sobre suas metodologias e resultados, Doug decidiu redesenhar as tais máquinas de radiografia que havia criado.

    Esse foi o resultado do redesign:

     

    Radiografia_pirata

    Mas ele não parou na maquiagem.

    Doug transformou o exame em uma “aventura” para as crianças.

    Além de redesenhar a máquina, ele contratou pedagogos para treinarem as enfermeiras que conduziam os exames.

    Agora, quando as crianças vão ao hospital para fazer uma radiografia, elas têm uma experiência diferente. As enfermeiras falam com as crianças sobre o barulho que o navio pirata faz. Depois elas pedem às crianças que entrem no barco, mas avisam que elas precisam ficar bem paradas lá dentro – para que os piratas não as vejam e não queiram tirá-las de lá.

    Os resultados dessa mudança foram enormes. Ao invés de 80% das crianças, apenas 10% ainda precisavam ser sedadas para fazer o exame.

    A GE e o hospital também ficaram felizes, porque eles não precisavam de anestesiologistas disponíveis o tempo todo e conseguiam fazer exames com mais crianças no mesmo período de tempo.

    Em um outro dia, Doug estava na sala de espera do hospital, com a mãe de uma criança que estava fazendo o exame. Quando a criança saiu do consultório, ela perguntou, sorrindo: “mamãe, mamãe, nós podemos voltar amanhã?”.

     

    Fonte: Update or Die

    Tags: , ,
  • scissors
    maio 15th, 2012vanessaIdeias e Criatividade, Notícias

    A arte de rua de Slinkachu é algo raro no mundo atual, seu trabalho se trata de recriar situações do cotidiano, desde coisas corriqueiras como um passeio no parque, até problemáticas da sociedade do mundo atual como prostituição e tráfico de drogas, porém em escala diminuta, quase imperceptível.

    Criar miniaturas não é algo exclusivo de Slinkachu, mas o mais interessante neste caso é o fato de ele deixar seu trabalho exposto pelas ruas e parques de Londres, geralmente em esquinas movimentadas, cantos de metrôs e debaixo de bancos em parques, de forma que as pessoas possam encontrá-las indo para o trabalho e tenham um minuto de apreciação e reflexão.

    Olhar as miniaturas e toda a imensidão do mundo à sua volta me fez pensar sobre nós mesmos, de como somos pequenos, frágeis, insignificantes, e como o mais importante de tudo é viver bem fazendo o bem.

    Uma das instalações que mais me chamou atenção aconteceu na cidade de Grottaglie na Itália, e o assunto era uma campanha anti-fumo, onde Slinkachu contou também com apoio de áudio, onde um auto-falante – também em miniatura – dentro do maço de cigarros emitia o som de uma pessoa tossindo para chamar atenção dos que ali passavam.

    Veja a instalação de Grottaglie, o vídeo da reação das pessoas e outras instalações.

    Você entende a imensidão do mundo à sua volta?

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

    Slinkachu Arte de rua Miniatura Cotidiano Sociedade Problema Mundo Tráfico Drogas Sexo Prostituição Assassinato Campanha Fumo Brasil sem cigarro

     

    Fonte: Lokotopia

    Tags: ,
  • scissors
    maio 10th, 2012vanessaNotícias

    Yes! Finalmente uma marca teve coragem de “assimilar” o lado chato do Facebook – e de outras redes sociais – que, muitas vezes, no lugar da disseminação de conteúdos relevantes e discussões interessantes pela timeline, se transformam num grande e longo (põe “longo” scroll nisso) “muro de lamentações” de problemas do tipo: “que frio”, “que trânsito”, “que sono” e o mais emblemático de todos: “que saco!”.

    Tendo como dado o alto número de compartilhamento de reclamações nas redes sociais, a Pedigreedesenvolveu um simpático aplicativo para divulgar o preocupante índice de cães abandonados e que precisam de dono. Mas, dessa vez, o público alvo foi, justamente, as pessoas que, apesar de já terem o conhecimento da causa, ficam indiferentes frente a questão.

    A ideia é bem simples e eficaz. Afinal, um argumento com sentido é bem difícil de se quebrar e, convenhamos, reclamar do “frio” e do “trânsito” acaba por expor uma parcela do nosso egoísmo nas redes sociais, não é mesmo? Olha só o vídeo do App ”É osso!“:

    Os “depoimentos dos cachorros” que estão disponíveis para adoção foram feitos por jornalistas, apresentadores e humoristas como Danilo Gentili.  O “É Osso“, que foi desenvolvido pela ID é, de longe, um ótimo App – que você pode acessar aqui . Para provocar e questionar a reflexão nos usuários que usam as redes sociais como se fosse o “reclame.aqui” da vida.

    Este tipo de iniciativa pode gerar muita discussão pois, afinal, quem é que gosta de ser questionado no “próprio” perfil? É válido ressaltar que este App compõe o super programa da marca – “Adotar é tudo de bom” – que já ajudou mais de 27.729 cães em todo o Brasil desde a sua criação. Para ficar por dentro, você pode acompanhar tudo pelo Facebook e/ou Twitter da Pedigree.

     

    Fonte: Comunicadores

  • « Older Entries